Conheça as normas técnicas para armazenagem e saiba a importância de respeitá-las

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn

Seja para proteger os produtos, profissionais e clientes ou para garantir uma armazenagem eficaz, as normas técnicas para armazenagem são relevantes. Isso porque, é por meio delas que muitas empresas podem se orientar para criar e manter um ambiente seguro e ágil de armazenamento.

Essas normas técnicas foram estabelecidas pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) e, apesar de não serem obrigatórias, suas aplicações são avaliadas judicialmente em caso de acidentes. Vale a pena destacar, ainda, a efetividade no aumento da funcionalidade e da redução de riscos de armazenagem. 

Pensando nisso, criamos este post, para você conferir algumas das principais normas, bem como os seus benefícios.

As principais normas técnicas para armazenagem 

Como cada norma é bem detalhada e existem várias, aqui, apresentaremos apenas alguns dos principais pontos. Assim, é sempre válido consultar a NBR com paciência e analisar onde a sua empresa pode melhorar. Entre essas normas, destacamos que:

  • o peso dos itens e materiais utilizados não podem exceder o suporte do piso escolhido para o local;
  • os materiais devem ser dispostos sem obstruir total ou parcialmente as portas e saídas de emergência. Inclusive, não podem cobrir ou ocultar equipamentos contra incêndio;
  • a disposição dos materiais deve respeitar uma distância mínima de 50 centímetros das estruturas laterais;
  • o espaço de circulação de ar deve ser liberado, principalmente na presença de componentes químicos;
  • os produtos considerados perigosos não devem ser armazenados em local que precise de escadas para posicioná-los;
  • o armazém deve ser devidamente sinalizado;
  • as áreas de carga e descarga devem ser mantidas sem obstruções;
  • os envolvidos na movimentação e armazenamento devem ser treinados, garantindo o cumprimento de todas as regras estabelecidas.

A importância das normas técnicas para armazenagem

As normas técnicas para armazenagem ajudam a prevenir uma série de problemas. Acompanhe:

  • a começar pelos acidentes no local de trabalho, esses problemas são frequentes em sistemas de armazenagem com um layout ineficaz. Com as normas, eles podem ser evitados, uma vez que as normas permitem a formação de um sistema mais seguro de armazenamento;
  • ao seguir as normas, é possível reduzir maiores danos à estrutura do armazém e até aos próprios produtos. Consequentemente, essas regulamentações previnem prejuízos ocasionados por perda de itens. Sem falar na disposição que se torna mais eficaz, evitando o mofo, absorção de odores e excesso de poeira;
  • outra grande vantagem de seguir essas normas é reduzir ao máximo os riscos de contaminação. Afinal, com as suas orientações, é indicado que haja uma melhor identificação e organização dos itens químicos;
  • por fim, não podemos deixar de lado a agilidade de armazenagem. Isso porque, esse é um fator primordial para o reabastecimento e manutenção dos estoques e prateleiras. 

📖 Veja também: quais são os componentes essenciais para um sistema de armazenagem.

Tendo em vista as vantagens dessas normas, verifique o quão alinhado está o sistema da sua empresa. Isso porque, como você pôde notar, vale a pena seguir as normas técnicas para armazenagem. Esperamos ter lhe ajudado nessa etapa. Até mais!

Veja outras publicações

Deixe uma resposta

Fechar Menu
×

Carrinho