Como fazer uma organização de estoque em tempos de crise?

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn

Administrar um negócio não é tarefa fácil, principalmente durante uma crise. Por isso, ter uma organização de estoque eficiente é indispensável — da mesma forma que a falta de produtos pode gerar perda de vendas, o excesso também leva ao prejuízo. Até porque para adquirir e armazenar itens há um custo que pode pesar em um cenário econômico negativo.

Portanto, encontrar o equilíbrio do estoque na crise é uma das principais maneiras de assegurar a saúde de uma empresa. Tendo isso em mente, selecionamos para você algumas dicas para realizar uma organização de estoque eficaz. Conheça cada uma delas a seguir e garanta a estabilidade da sua marca mesmo em momentos críticos da economia.

Não ignore os indicadores

Independente da situação, ter consciência de mercado é o primeiro passo para evitar que uma marca vá à falência. Assim, é preciso entender tanto o comportamento do consumidor como do próprio setor para se tornar relevante. Logo, ignorar os principais indicadores na crise pode prejudicar não só a organização de estoque, como o próprio faturamento.

Por isso, a começar pela lei da oferta e da demanda, faça uma análise de como as suas vendas serão afetadas na crise. Ainda, acompanhe os indicadores do seu mercado, para entender como os seus concorrentes estão lucrando ou tendo prejuízos.

Caso haja necessidade, não tenha receio de fazer alterações no planejamento. Talvez o seu estoque precisará aumentar ou reduzir, por isso, confira também os indicadores da sua empresa. Para tanto, conte com a ajuda da tecnologia e registre todos os dados relevantes de forma mais prática e segura.

Negocie com os seus fornecedores

Durante uma crise, o giro de estoque pode mudar por completo, seja positiva ou negativamente. Desse modo, tentar negociar com os seus fornecedores permitirá que surjam oportunidades interessantes para fazer a organização de estoque.

Nas crises que afetam um segmento inteiro ou todo o mercado, é comum que os fornecedores ofereçam condições mais flexíveis. Nesse sentido, opte pelas opções de pagamento e de prazos de entrega que permitam à sua empresa economizar.

💡 Em casos que a economia é feita pela redução do estoque, é recomendável: 

  • adquirir somente produtos muito procurados pelos seus consumidores e com uma entrega rápida. Assim, evita-se ter itens parados por muito tempo no estoque e aumenta o seu giro. Assim, é possível reduzir o gasto com o espaço para o armazenamento. 

💡 Outra oportunidade é se a sua empresa tem condições para economizar comprando mais barato antes do preço subir. Nesse caso:

  • se você sabe que o preço vai subir, antecipar a compra e aumentar o estoque de produtos é interessante, pois os itens com alto potencial de saída poderão ser vendidos ao longo do ano. Assim, será possível vender mais por ter um preço barato ou aumentar o lucro acompanhando o valor comercial. 

Muitas vezes, a confiança em um fornecedor já vale muito mais do que um preço baixo. Todavia, é sempre válido tentar negociar algum desconto ou benefício.

Considere as sazonalidades, mesmo na crise

Para toda empresa, há períodos no ano que podem aumentar as vendas, nesse sentido, prepare o seu estoque com inteligência. Estude o histórico de saídas nos últimos tempos e tente manter um giro de estoque realista.

Faça uma média que não eleve o seu estoque, na esperança de vender mais do que fora da crise. Até porque, a menos que o seu produto seja ainda mais procurado por conta da pandemia, as chances de encalhar itens é alta.

Faça promoções

As promoções ajudam sua empresa a se destacar no mercado com o preço baixo. Uma ótima estratégia é tentar colocar os produtos de pouca rotatividade a valores que ajudem a vender rápido. Isso porque, na crise é importante lucrar, mesmo que pouco, mas de forma constante.

Entenda que, em uma crise, muitas vezes, uma atitude pode ser o que ajudará a manter a sustentabilidade da empresa. Por isso, opte pela segurança dos recursos e possibilidades.

Agora que você conheceu cada uma dessas dicas, aplique-as à realidade do seu negócio. Esperamos ter ajudado a fazer uma organização de estoque ainda mais eficiente durante essa pandemia.

Veja outras publicações

Deixe uma resposta

Fechar Menu
×

Carrinho