O que é e como calcular o giro de estoque da sua empresa?

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn

Em se tratando da administração de uma empresa, sempre haverá cálculos determinantes para o sucesso do empreendimento. O giro de estoque, por exemplo, é deles, logo, também merece atenção e compreensão. Caso contrário, o controle da estocagem poderá ser prejudicado, influenciando negativamente na saúde financeira do negócio.

Por isso, é muito importante que o estoque mantenha um ritmo que comporte as necessidades da empresa. Assim, conhecer o seu giro permitirá que você administre melhor as mercadorias, por meio da frequência das vendas. Além disso, a sua gestão se torna mais eficaz reduzindo os custos e aumentando a lucratividade. 

Nesse sentido, selecionamos para você não só a definição do que é o giro de estoque, mas também como calculá-lo. Vamos lá?!

O que é giro de estoque

De forma objetiva, trata-se de um parâmetro que verifica o desempenho de um estoque na empresa. Além disso, ele também indica a qualidade dos produtos armazenados e a quantidade vendida dentro de um período de tempo. 

Por meio desse cálculo, é possível identificar do número de vezes por período que ocorre o giro de mercadorias. Ao mesmo passo que auxilia na visualização do prazo médio que alguns itens ficam parados. Tudo isso pode ser útil para:

  • avaliar a saúde financeira do negócio;
  • criar estratégias que reduzam o tempo de armazenamento, produção ou entrega; 
  • focar em melhorias para atender de forma objetiva às necessidades dos clientes e nichos de mercado.

Descubra ainda: seu negócio está pronto para acompanhar o novo comportamento do consumidor?

Como calcular o giro de estoque

O cálculo não é complexo. Todavia, é fundamental que as variáveis estejam corretas para que o valor final seja realista e confiável. Assim, basicamente:

  • defina o período do cálculo;
  • anote o número total de produtos vendidos nesse tempo;
  • determine o estoque médio da firma (aquele volume que fica permanente dentro do inventário);
  • aplique a fórmula: GIRO DE ESTOQUE = TOTAL DE VENDAS / VOLUME MÉDIO DE ESTOQUE.

Para exemplificar, pense no seguinte: uma fábrica que produz violões, vende 1000 violões por ano e tem um estoque médio de 200 instrumentos no inventário. Desse modo, aplicando a fórmula, percebe-se que o giro de estoque dessa fábrica é de 5 giros por ano. 

Esse resultado representa o número de vezes que foi necessário renovar o estoque do inventário dentro desse prazo, já que: GIRO DE ESTOQUE = 1000/200 = 5 giros por ano.

Ainda, sabendo disso, o setor de compras pode se antever em relação ao giro, resultando em uma análise das melhores datas e períodos para renovar a compra dos estoques.

Há casos também de algumas empresas que acabam não vendendo em alguns períodos pela falta de estoque. Então, se esse for o caso, aumentar proporcionalmente o estoque médio pode proporcionar melhores resultados para o negócio.

💡 A dica para conseguir visualizar com precisão é reduzir os períodos, como de ano para semestre ou até meses.Agora que você sabe o que é e como calcular o giro de estoque, esperamos que consiga lucrar ainda mais. Lembre-se que ao melhorar a administração de recursos, será possível obter lucros consistentes.

Veja outras publicações

Deixe uma resposta

Fechar Menu
×

Carrinho